#01 – MIX Segundafeirístico do Nikkiax

Lacerated and Carbonized
Compartilhe

Mais uma semana começando
…e ainda não saímos de junho né? Meu Deus do céu!

E nada melhor do que aproveitar o tempo de descanso pra curtir um bom som né? Que tal conhecer bandas novas? Eu seeeeeeeei que você AMA essa banda e ouve mil vezes as mesmas músicas… mas sei lá meu, dá a oportunidade pros caras daqui que tão ralando pra serem reconhecidos.

Vou te passar uma listinha com bandas que eu separei pra você conhecer, todas nacionais e com um ótimo material que vale a pena conferir:

Panndora

A Panndora, formada em meados de agosto de 2000, por um grupo de amigas que frequentavam os shows da cidade de Maringá-PR e com a idéia de tocar simplesmente Heavy Metal. Atualmente a banda conta com: Adrismith (bateria), Luana Bomb (guitarra), Taise Bijora (baixo), Renata Paschoa (vocal) e Rebeca Rastelli (guitarra). Com influências de bandas tradicionais do Heavy Metal, como: Black Sabbath (Dio e Ozzy), Kiss, AC/DC, Twisted Sister, Wasp, Grave Digger, Quiet Riot, Judas Priest, Running Wild, Manowar, Vixen, Warlock, Acid, entre outros.

Ouça “Cold Eyes”:


Lacerated and Carbonized

Lacerated and Carbonized foi formado em 2006 por Jonathan Cruz (vocal), Caio Mendonça (guitarra), Paulo Doc (baixo) e Victor Mendonça (bateria). A banda vem do Rio de Janeiro, uma cidade que encena ao mesmo tempo cenários incrivelmente bonitos e um submundo obscuro de violência e degradação quase nunca visto por pessoas de fora. Essa atitude inata é inequivocamente notada em todos os aspectos de seu implacável Death Metal visceral.

Ouça “Third World Slavery“:


Kaotk

A Kaotk é uma banda pernambucana de Technical Death Metal, formada em 2016, por Marcio Pereira, Willams Reis, Stenio Lima Lucas Bastos e Yarkko Sena. Tem como influências Decaptated, Cannibal Corpse, Sepultura, Kataklysm, Obscura, Hate Eternal, Dying Fetus, etc…

Ouça “Disseminador“:


Ossos Cruzados

Ossos Cruzados é uma banda de Hardcore Punk com influências em Thrash Metal formada em 2015 na cidade de Taboão da Serra/SP. Seus integrantes são: André Honorato (Vocal), Daniel Silveira (Guitarra), Adriano Nascimento (Baixo) e Wanderley Jr (Bateria).

Ouça “Miolos“:


Pi- Haters

Na ativa desde 2014 a Pi-Haters já participou de diversos shows e festivais. Com suas letras ácidas e inteligentes, explorando todos os níveis de sentimentos entre o amor e o ódio, abriu shows para bandas como Dona Cislene no Hangar 110 e marcou presença na coletânea “Jump o Rama vol.4”, da Fusa Records. A banda também é uma das fundadoras da Aliança Rock, que promove a cada 2º sábado de cada mês um evento gratuito e conjunto entre bandas e público na Praça Monsenhor Silva Barros, a “Praça da Eletro” em Taubaté/SP, famosa por ser um espaço importante para a cena underground do Vale do Paraíba há vários anos.

Ouça “Emanuelly“:


Apto Vulgar

O Apto Vulgar é uma banda de Hardcore/Metal formada no interior de São Paulo em 2012. Desde o início,a banda segue apostando em suas próprias composições,gravando então seu primeiro EP “Confusão,Porrada e Repressão” no final de 2012. Após o lançamento do Ep,a banda começa se apresentar por algumas cidades, dividindo o palco com alguns nomes do cenário underground taiscomo: Gritando HC, Letall e Dead Fish. Em abril de 2016 foi lançado o lyric vídeo da sua primeira single “Resistência”. Algumas semanas depois foi dado início as gravações do primeiro álbum. Ainda no final do mesmo ano,é lançado a Coletânea “Café” pelo selo independente Bigorna Discos, na qual a banda participa lançando sua segunda single “As Grades”. Em 2017 foi finalizado o disco, intitulado “Sistema Não Operacional”. O full álbum vem com composições pesadas e sempre levando sua mensagem de auto questionamento e conscientização.

Ouça “Inimigo“:


Decomposed God

Fundada em 1991, uma das bandas mais importantes da cena Death Metal nordestino, vem construindo uma carreira substancial ao longo dos anos. Em 1992 lançou sua demo-tape “Key of Immortality”. Em 1993 entrou para o elenco da compilação “Noise Core – Death is just the end…”, lançado pela Tarkus Records. Em 1994, a banda lançou “Dawn of Celestial Shadows”, não só um registro mais consistente e técnico, mas, muito mais original. O Decomposed God vem dividindo o palco com vários nomes importantes da cena metálica mundial como Motorhead, Sepultura, Krisiun, Incantation, Iconoclasm, Sadistic Intent, Possessed, Fleshless, Emeth, Septycal Gorge, Dying Fetus e bandas do underground brasileiro como Dorsal Atlântica, Taurus, Overdose, Torture Squad, Violator, Subtera, Headhunter DC, The Ordher, Vulcano, Hibria, Queiron e muitos outros.

Ouça “Delusion“:


Fishead

Fishead lançou em agosto de 2012 o primeiro álbum independente, chamado Green Hope, após dois anos de trabalho maciço, desde composições até masterização, incluindo o material de design de arte. As oito pistas selecionadas para este projeto apresentam uma fusão de rock e letras que tratam de questões ambientais e mensagens inspiradoras.

Ouça “Road to Nowhere“:


Blood Corrosion

A Blood Corrosion é uma banda de metal progressivo/thrash metal de Camaquã, interior do Rio Grande do Sul. A banda está na ativa desde 2015 e já tem muito material disponível em diversas plataformas digitais.

Ouça “Abdication of the Soul“:


Se você me disser que não curtiu NENHUMA dessas bandas, tem algo muito errado contigo… sério! Vê isso aí. Se gostou, comenta, elogia, críticas construtivas também são bem vindas =)

APOIE A CENA NACIONAL.

Compartilhe

Comentários

Plano Mainstream

O Plano Mainstream inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6

Plano Garage

O Plano Garage inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6