AVC Rock

Bio & Release

Mais uma das centenas de bandas surgidas depois de umas bebidas a mais nos bares da vida, formada por velhos conhecidos que já haviam tocado juntos em outras ocasiões não menos etílicas. Como nenhum dos amigos conseguiu fazer nada de importante e digno no decorrer da vida, decidiram por pura falta de bom senso se afundar no rock mais uma vez… Poucas garrafas de cerveja depois, o repertório foi montado e o estilo definido, como se uma vontade louca de tocar rock sujo e descompromissado eclodisse de cada um, igual um primeiro  brinde de cerveja gelada numa tarde de muito sol…

As influências principais, logo notadas, são Motorhead, AC/DC, Ramones, Camisa de Vênus, Golpe de Estado e outras bandas (clássicas ou não)  do Rock, Punk, Hard, Metal, Thrash e afins, mas não ficando somente na vertente do som pesado, pois o rock “brasileiro” que a banda toca também bebeu das fontes de Cazuza, Cartola, Bezerra da Silva, Tim Maia e outros não menos importantes para a composição da personalidade da banda. Além da parte musical, filmes e livros também influenciaram muito na pegada das letras, como o grande mestre Bukowski, Carlos Drummond, Fernando Pessoa, Augusto dos Anjos e outros beberrões.

Lançado em 2013 seu debut “O Rock é Meu Pastor” (promo demo com 3 sons autorais e um cover), trazem na música título uma sarcástica crítica à opressão e hipocrisia religiosa, além de bradar aos sete mares o estilo de vida politicamente incorreto da banda. Em “Na Contramão”, logo na primeira estrofe nota-se a influência de Augusto dos Anjos (Escarrar de um abismo outro abismo, Mandando ao Céu o fumo de um cigarro, Há mais filosofia neste escarro, Do que em toda a moral do cristianismo!), além de Bukowski aparecer no refrão, numa referência ao velho capitão. “Sinfonia de Vadios” é uma espécie de ode aos rockers beberrões e suas noitadas infernais. A escolha do cover de “Johnnie B. Goode” se deve por ser a música com um riff e uma pegada que praticamente definem tudo que é o Rock and Roll, porém tocada com mais fúria e velocidade (algo como Rock and Roll Till Death do WASP).

Junto com a demo foi gravado um Webclipe numa sacada totalmente “Oldschool”, mostrando a provável dinâmica da banda ao vivo. Claro, depois de umas doses…

Em julho de 2016 foi lançado o EP – Vivendo no Velho Oeste, com 4 musica “Velho Oeste” “A Vida não da Mole” “Blues de Quinta” e  “Santo Grau”.

Formação:

  • Ash (baixo/vocal)
  • Zanela (batera/backin’)
  • Lau (guitarra)

Redes Sociais:

COMPARTILHE

Livro de Visitas

Deixe uma mensagem para a banda!

Plano Mainstream

O Plano Mainstream inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6

Plano Garage

O Plano Garage inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6