Transit in the Ryes reflete sobre o luto em “The World’s Not Talking”

Compartilhe

Faixa é mais um single do próximo EP da banda

Depois de abordar a falta de comunicação no single “Take Your Time”, a banda gaúcha Transit in the Ryes mostra outros tons e sons da sua musicalidade em uma canção que reflete diferentes aspectos do luto. Embora a temática seja melancólica, a sonoridade de “The World’s Not Talking” é solar, mesclando referências modernas e nostálgicas. O single antecipa o novo EP do grupo, a ser lançado em breve.

Ouça “The World’s Not Talking” clicando aqui.

Com um som mais agitado e em tom maior, a música tira inspiração de lugares um pouco diferentes do último single. Enquanto a faixa anterior parecia ser o som de uma sombria reflexão sobre o fim de um relacionamento, “The World’s Not Talking” toca no luto de forma quase celebrativa. A música passa por um filtro de inspirações que une clássicos da música estrangeira como os álbuns “Illinois”, de Sufjan Stevens, e “Tusk”, de Fleetwood Mac, com sons mais tipicamente associados ao rock brasileiro, como Rita Lee, usando trompetes nos refrões e guitarras com um sabor típico dos anos 60.

Assista ao clipe “Take Your Time”:

“‘The World’s Not Talking’ é sobre um sentimento quase egocêntrico quando alguém passa por um processo de luto, qualquer que seja a origem desse luto. Como pode o resto do mundo continuar vivendo, como podem todos ao meu lado continuarem suas rotinas enquanto meu mundo acaba de desmoronar? A experiência de passar por uma dor imensa e observar outros ilesos pode ser alienante, e solitária também. Às vezes a vontade é de que o mundo todo pare, mesmo que por um instante, para falarmos sobre o que estamos passando, e que o mundo ouça e fale também. Mais agora do que nunca, sendo o luto tão presente no mundo, acho que tá tudo bem admitir esse sentimento”, resume o compositor, produtor, vocalista e guitarrista Henrik Karlholm, também responsável pela mixagem e masterização da faixa. Além dele, a banda é formada por  André Silveira (baixo), Santi Madeira (guitarra) e Thomas Gomes (bateria).

Entre o moderno e o retrô, o indie, o grunge e a new wave, surge a sonoridade de Transit in the Ryes, quarteto porto-alegrense que prepara um novo EP para inaugurar sua próxima fase onde o atual e o nostálgico se fundem para dar vazão a composições sobre questões humanas. 

Transit in the Ryes já reflete um amadurecimento estético para um projeto recente, iniciado em 2018 a partir do desejo comum de gravar as próprias canções. Desde então, o grupo passou por várias reformulações que fizeram parte do processo de seu estabelecimento artístico. Mais recentemente, marcando essa nova fase, em 2021 foram lançados dois singles: “Bored Out Of My Mind” faz uma reflexão sobre os tempos pandêmicos e “2017” um mergulho nostálgico na adolescência, remetendo às épocas mais simples do período escolar.

Agora, “Take Your Time” e “The World’s Not Talking” surgem como marcos de um novo ciclo de lançamentos que se estenderá durante 2022 e culminará em um EP. Enquanto isso, é possível conferir este e os demais singles nas plataformas digitais.

Ficha técnica:

  • Composição: Henrik Karlholm
  • Produção: Henrik Karlholm
  • Mixagem/Masterização: Henrik Karlholm
  • Banda:
  • André Silveira – Baixo
  • Henrik Karlholm – Guitarra, vocal
  • Santi Madeira – Guitarra
  • Thomas Gomes – Bateria
  • Arte da capa por Isadora Klein

Siga Transit in the Ryes nas Redes Sociais:
Facebook Instagram Twitter Youtube

foto: Isadora Klein
via Build Up Media

Compartilhe

Comentários

Plano Mainstream

O Plano Mainstream inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6

Plano Garage

O Plano Garage inclui:

• Item 1
• Item 2
• Item 3
• Item 4
• Item 5
• Item 6